Guide to whatever, versão a vida é um caos

Quando as suas mãos estiverem bem macias, pegue um novelo de tinta rosa e dilua em três cordas de violão. Você vai notar que as notas dó, ré e mim foram para as cucuias. Não se preocupe. Acrescente duas pitadas de cabo de guarda-chuva molhado (o cabo é que tem de estar molhado, não o guarda-chuva) e cinco pães de queijo fritos em azeite de dendê. Quando a coisa toda começar a pegar consciência, acrescente água de fofo a gosto e espere cozinhar mais uns 3 metros.

Agora vem a parte mais importante: você. Rá! Brincadeirinha, viu? A parte mais importante: jogue caldo de berinjela da Pérsia e dois gramas de gema de ovo. Acrescente uma flecha de três quilos e dois mamilos. Quando a receita começar a emitir sons agudos de flauta em dó, ré e mim, tire o mim e acrescente eu, digo, você. Se parar de tocar, não deu certo. Repita desde o início e certifique-se de que fez tudo certo.

Se der certo, você ouvirá um som exótico de perfume francês, misturado com leite de rosas. Aí é só partir em fatias suaves de centeio azul e agradecer aos céus por esse abismo que Deus lhe deu.

Advertisements