Rumores de Algures

O que é isto que ouço? Um gemido vindo do outro lado do universo? Jurandir a bradar absurdidades sobre o vazio da existência? Uma ambulância lancinante e próxima como o dia de amanhã, incomodando mil seres para dar auxílio a um?

Neste mundo nada encontro que aplaque a aflição momentânea, nem mesmo no virtual ambiente conectado. Confiro os e-mails: spams, forwards e um “Srs. Condôminos…” Ninguém se comunica, em suma; só arranhões, arremedos de troca. O outro se esconde enquanto se mostra.

Mas o que é isto que ouço? Sim! É Jurandir, definitivamente. O ET errante, caixeiro imaginário, vendedor de enciclopédias cósmico a visitar outros mundos e fundos, manda-me um sinal lá bem de longe, um signo de que algo existe para além da minha substância. O sinal diz assim, ó:

– Fuééé!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s