Reminiscências do passado

Um dia
A monotonia tomou conta de mim
É o tédio
Cortando meus programas, esperando meu fim

Sentado no meu quarto
O tempo voa
Lá fora a vida passa e eu aqui à toa
Eu já tentei de tudo, mas não tenho remédio
Pra livrar-me desse tédio.

Um minuto de silêncio em homenagem a esta obra-prima.

Advertisements