Feeds:
Posts
Comments

Archive for November, 2004

O ranzinza

Passeando por aqui, vi que ao post de 9 de outubro segue-se o silêncio. Pareceu que a constatação foi uma espécie de atestado de óbito do blog! Não deixa de ser um pequeno óbito (afinal, morre-se um pouco a cada verdade descoberta), embora não do blog. Não obstante, também renascemos a cada verdade descoberta…

Então, faz de conta que eu fiquei pensando naquela constatação durante todos esses dias, tá? E faz de conta que agora eu renasci das trevas – para cair novamente na lama que é o Brasil. Mas eu procuro deixar a lama bem longe daqui, portanto não devo importunar meu caros leitores com a mesma tão cedo, senão metaforicamente.

E por falar em metáfora, hoje ouvi de novo que “não se deve dar o peixe, mas ensinar a pescar”, à qual frase ainda se acrescentou: “mas os rios estão secando”. Posto que o tal provérbio refere-se à economia, gostaria de lembrar que esta não é um rio, pelo simples fato de que não foi criada pela natureza, mas pelo homem. Portanto, se os tais “rios” estão secando, parece uma fatalidade, pois o homem não tem o poder de “criar” afluentes ou outros rios. Aqui a falsidade da analogia fica patente, pois o mesmo homem TEM o poder de criar novos mercados.

Este foi mais um serviço de utilidade pública trazido a vocês pelo Jardim de Alhures. Crítica de provérbios populares parece um serviço ridículo. Mas, num país ridículo onde diariamente jorram provérbios populares da boca de deputados e senadores, a coisa até se justifica, né?

Ih, importunei.

Read Full Post »

%d bloggers like this: