Religião direta e reta

cristianismo_puro1.jpg

Religião direta e reta I

“Não tenha medo da palavra ‘autoridade’. Se você acredita em algo por causa da autoridade de alguém significa apenas que você acredita porque a pessoa que lhe deu a informação é confiável. Noventa e nove por cento das coisas em que acreditamos são cridas em função da autoridade de alguém. (…) O homem comum acredita no sistema solar, nos átomos, na evolução e na circulação do sangue por causa da autoridade de alguém – porque os cientistas o afirmam. A única prova que temos de qualquer declaração histórica é também a autoridade. Nenhum de nós testemunhou a conquista normanda ou a derrota da Invencível Armada. Nenhum de nós poderia provar pela lógica pura que essas coisas aconteceram como se pode provar uma equação matemática. Acreditamos nelas simplesmente porque algumas testemunhas deixaram relatos escritos a seu respeito: na verdade, acreditamos nelas por causa de uma autoridade. Um homem que demonstrasse ceticismo em relação à autoridade em outros assuntos, como certas pessoas o fazem em relação à religião, teria de se contentar com não saber absolutamente nada.” (C. S. Lewis)

 

capa_historia8.gif

 

Religião direta e reta II

“Esse negócio da fé, isso é uma fonte de confusões absolutamente miserável, e a ênfase na fé vai aumentando com o tempo; já a partir do século XIX, as pessoas acabam achando que tudo quanto é religião é matéria de fé. O que na religião é matéria de fé é somente a fé na promessa, não na narrativa, nem na doutrina. <i>A narrativa é provada com testemunho</i> e a doutrina, com argumentos. E a promessa? Bom, se você já acreditou em tudo isso, acredita na promessa também, porque o cara que já fez tudo isso, já ensinou tudo isso, não vai estar lhe sacaneando.” (Olavo de Carvalho)

 

Depois de ler essas coisas, o problema é você botar o pé numa Igreja e ouvir a ladainha tediosa dos nossos pobres padres. Tudo bem, há argumentos no livro do Lewis sobre isso também, explicando por que você tem de ir à Igreja mesmo achando os padres e os crentes uns chatos e ignorantes. Mas o fato é que comparar a Inglaterra, e ainda por cima na época do Lewis, com o Brasil de hoje é até sacanagem.

Advertisements

5 thoughts on “Religião direta e reta

  1. Esse livro é obrigatório.
    Estou acabando de ler outro do C.S. Lewis chamado “Milagres – Um estudo preliminar”, maravilhoso. Os insights de Lewis são imbatíveis, o texto nem se fala.
    O blog tá ótimo, Evandro.
    Um grande abraço.

  2. Obrigado, César.

    Você está lendo o livro em inglês? Pretendo lê-lo também. Eu tenho aqui em casa o “Reflections on the Psalms”, que estou namorando há um tempo. Deve ser sensacional! A simplicidade com que ele explica as coisas é impressionante. Os exemplos que ele dá fazem tudo parecer fácil e força o leitor a aplicar à vida cotidiana tudo o que está lendo, imediatamente (algo que já deveria ser automático, mas que o leitor moderno não faz).

    Espero que nos encontremos novamente agora no fim do ano!

    Abraços.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s