Palavras trocadas

Minha mulher gosta de usar palavras com sentido inexato.

Quando você faz algo ruim para alguém, você pede desculpas e, para saber o que pode fazer em troca, pergunta: “Como posso me retaliar?”

Ou então, diz que tem “várias pendengas para resolver”.

Ou diz que sua irmã deixa um “lastro de destruição” por onde passa.

Ou ainda, que o tabuleiro precisa ser “embalsamado” antes de colocarem-se os pães de queijo nele para assar.

E tem outras, mas ela não está conseguindo lembrar agora, porque tem um infeliz cortando granito no prédio ao lado.

Advertisements