A preguiça, de novo

Como já disse alhures (consegui usar a palavra!), a preguiça é um problema para mim. Uma das preguiças que eu tenho é de colocar aí ao lado todos os livros que estou lendo. Então, estão aqui os outros: Diário de um pároco de aldeia, de Georges Bernanos; Fedão, de Platão; Vidas, de Plutarco (a vida de Numa, Licurgo, Alexandre e César); Da alma, de Aristóteles (com o auxílio da edição da Editora 34, que se chama De anima e traz observações trecho a trecho); e Aristotle for Everybody, de Mortimer Adler.

Advertisements