Feeds:
Posts
Comments

Archive for October, 2012

20121017-012547.jpg

No Brasil, como (não) se sabe, as pessoas não se remetem à realidade quando falam. E isso obviamente também se aplica aos esportes.

Recentemente comecei a praticar o mountain biking. Só que, como eu sei ler, pesquisei sobre o assunto e venho procurando me esclarecer – coisa que brasileiro geralmente não faz. O brasileiro em geral não se preocupa em aprender nada. Ele só quer se mostrar e se integrar. Por isso ele compra sapatilhas, roupas coloridas, capacetes, faróis, mas não sabe quase nada sobre técnicas – mal sabe pular um meio-fio. Não vou mentir: eu também caí nessa. Mas estou tentando sair. Então bolei um vocabulário para tentar entender a “terminologia” dos sites que indicam maravilhosas trilhas pelas quais o ciclista supostamente poderá colocar em prática suas técnicas de mountain biking:

Singletrack: corrimento de erosão por onde só passa cachorro

Trecho técnico: monte de pedras de alturas tão diferentes que nem com trator dá pra passar

“Essência do mountain bike” (assim mesmo, sem “ing”): programa de índio em que se passa mais tempo consertando a bicicleta do que pedalando

Mountain biking (mais conhecido como “môntã baik”): esporte praticado por tiozões barrigudos, no asfalto e portando faixas que reivindicam a construção de ciclovias pelo governo

Pedalada: ocasião que proporciona aos participantes a oportunidade de exibir seus capacetes limpinhos e de usar sapatilhas de encaixe

Downhill: modalidade do esporte praticada a pé em barrancos de erosão

Bicicleta: “o transporte do futuro”

Futuro: uma era da história do planeta em que não haverá mais chuva

Advertisements

Read Full Post »

%d bloggers like this: