Frágil tesouro

 

 

Advertisements

Felicidade

“A felicidade! Uma espécie de altivez, de alegria, uma esperança absurda, puramente carnal, a forma carnal da esperança: creio que é a isso que se chama felicidade.”

Bernanos (Diário de um pároco de aldeia)

O fim do caminho, o início

Até ontem saltara de cidade em cidade buscando um não sei o quê; ou antes um não sabia o quê, pois hoje vejo o que buscava: um lugar para viver, onde a alegria inicial não fosse maculada por uma angústia vinda do meu passado.

Precisei passar por quatro cidades diferentes nessa minha vida, para encontrar um simples psiquiatra e, então, mudar-me de novo – desta vez sem chorar.