ô Porcaria!

Henriqueta trouxe hoje, da caminhada com a Méli, um tal “Suplemento Cultural de Santa Catarina”, de nome “ô Catarina”, assim mesmo com ó minúsculo, que está na moda. E minúscula é também a quantidade de cultura que ali se encontra – nula, eu diria.

A crítica cultural atual é incriticável.

Até para que se possa criticar uma coisa, esta precisa ter alguma qualidade. Não pode ser uma nulidade total, um *nonsense* idiota e insosso, tese acadêmica de semiótica desconstrucionista em forma de poema, quadro, fotografia, essas coisas que outrora nos davam luz.

A arte contemporânea pretende evocar sensações físicas. Muito me admira que até hoje não se tenha registrado, em alguma galeria, vômitos. Pensando bem, não me admiro não. Tamanha insipidez não seria capaz de provocar reação tão forte em quem quer que fosse.

Advertisements