Confissões de um medroso à hora da vida

Nunca fui muito de temer as dificuldades do conhecimento. Diante de teorias e calhamaços, sempre fui valente. Época houve, até mesmo, em que imaginava para mim um futuro brilhante como intelectual e escritor. Antes mesmo do momento mais recomendável, pus-me a escrever uns artigos, uns textos pretensiosos, umas resenhas de livros que não li, umas reflexões de gente grande; mas a inspiração logo se esgotou.

Aos poucos, essa atitude indômita foi-se-me afigurando um tanto ingênua. Hoje, pela primeira vez, penso no trabalho de empreender um estudo sério sobre algo e me sinto despreparado e incapaz.

Ao mesmo tempo, penso cá comigo que sempre me vi assim perante tudo: considero fáceis as empresas, até que nelas penetro. Só então é que lhes descubro as exigências de dedicação e disciplina, e percebo que não eram assim tão simples. Talvez por isso eu nunca tenha perseverado em coisa alguma, exceto no perambular, no errar entre cidades e paixões vocacionais.

De certo modo pressinto estar diante da última chance de perseverar em algo. Estimo a leitura e o estudo no mais alto grau que, a meu ver pelo menos, pode-se estimar alguma atividade. A complexidade dos empreendimentos é uma fatalidade da vida, intensificada pelas dificuldades crônicas da sociedade brasileira. Tudo isso redunda na minha condição, que devo aceitar e viver. Se eu perseverar e falhar, se forem medíocres minhas contribuições ao conhecimento, ao menos terei realmente descoberto – e não somente imaginado – minha pobre limitação. Se eu passar vergonha, consolar-me-ei com o pensamento de que vergonha mesmo seria nunca ter feito realmente nada.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s