Feeds:
Posts
Comments

Archive for April, 2016

O editor da Vide informou que os erros de tradução no livro “Ponerologia”, apontados no post anterior, foram corrigidos em setembro do ano passado. Peço desculpas pelo mal-entendido. Eu não estava ciente do fato. 

Entretanto, após visitar o site da Amazon, percebi que pelo menos dois erros graves ainda estão lá, ao menos na edição eletrônica. Não sei se foram corrigidos apenas na edição impressa. O primeiro deles é no último parágrafo do primeiro capítulo: onde se lê “somente”, o correto é “já”. O outro está no início do segundo capítulo: não é “Achaeans”, mas “Aqueus”. Não tenho mais como continuar verificando esses erros, portanto peço a cada um que verifique por si. Estou abandonando o assunto.

Advertisements

Read Full Post »

Screenshot 2016-04-18 12.53.11

 

Volta e meia, alguém me pergunta sobre problemas de tradução em edições brasileiras, mas, como estou sempre traduzindo, nem sempre tenho tempo de juntar as dezenas de erros que encontro nos livros que leio. Um destes é Ponerologia: Psicopatas no poder (de Andrew Lobaczewski).

Certa vez, porém, em um grupo secreto, eu postei uns comentários citando alguns erros que marquei nesse livro, provavelmente em torno de 20% de tudo que marquei, pois a tradução é REALMENTE problemática, acima da média até mesmo para traduções brasileiras de editoras menores.

Pois bem, resolvi simplesmente colar os tais comentários aí embaixo. Por favor, tenham em mente que são comentários de Facebook, portanto tentem imaginar que eu estava conversando com outras pessoas.

——-
Comentários:

Vamos lá. Eu não tenho os números das páginas, pois a edição que eu possuo é a eletrônica. Mas é só vocês fazerem uma busca. No trecho “The causes of the aberrations are by no means qualitatively monolithic”, a tradução ficou “As causas de aberrações são, em qualquer meio, qualitativamente monolíticas.” Ou seja, o OPOSTO do que o autor afirmou.

Em outro trecho, a tradução está assim: “A linguagem objetiva-psicológica, baseada em critérios filosóficos maduros, deve encontrar os requisitos derivados de seus fundamentos teóricos e ir ao encontro das necessidades da prática individual e macrossocial.”
“Encontrar os requisitos” não faz sentido algum e é uma das primeiras coisas que se aprendem em um curso de tradução. O corretor é “preencher os requisitos”, “satisfazer os critérios” etc etc.

Em outro trecho, o original fala de “afeto” e a tradução traz “efeito”: “A more subtle structure of affect is built upon our instinctual substratum, thanks to constant cooperation from the latter as well as familial and societal child-rearing practices. With time, this structure becomes a more easily observable component of our personality, within which it plays an integrative role. This higher affect is instrumental in linking us to society…”
“Uma estrutura de efeito mais sutil é construída sobre nosso substrato instintivo, graças à constante cooperação deste, bem como às práticas de educação infantil na família e na sociedade. Com o tempo, essa estrutura se torna o componente mais facilmente observável de nossa personalidade, dentro da qual ele representa um papel integrativo. Este efeito mais alto é fundamental para a nossa ligação à sociedade”
Na tradução espanhola, pode-se ver que está correto: “una estructura afectiva más sutil” e não “Uma estrutura de efeito mais sutil”, expressão que não faz sentido algum no contexto.

Em outro trecho, vemos: “ela se entrelaça com um maior efeito”, quando o original diz que “it is intertwined with higher affect” e a tradução espanhola traz “se interrelaciona con el afecto superior”.

Em outro trecho, “actually” é traduzido por “atualmente”. Não vou nem comentar.

Também se traduz “role” como “regra”, quando o certo é “papel” (como quando se desempenha um papel).

Outro trecho: “uma vez que as leis ponerogênicas são análogas no que diz respeito à escala das ocorrências”
Orignal: “since ponerogenic laws are analogous regardless of the scale of occurrences”.
Ou seja: inverteu-se o sentido.

“Eventually begin to undertake such behavior” não é “começam eventualmente a empreender esse comportamento”, mas “terminam recorrendo a esse tipo de comportamento”, ou “terminam incorrendo nesse tipo de comportamento”. Aqui também se pode considerar que houve uma inversão, embora mais sutil.

“…essential in maintaining the proper attitude on the part of those members of the rank and file who betray a tendency to criticism and doubt of the moral variety.”
Tradução da Vide (errada): “…essencial na manutenção da postura correta por parte daqueles membros mais graduados e das fileiras, que carecem de uma tendência à crítica e duvidam da variedade moral.”
Acontece que “rank and file” é uma expressão idiomática que significa justamente o oposto de “membros mais graduados”. Veja a tradução espanhola: “lo cual resulta de vital importancia si se desea mantener la calma entre aquellos miembros del conjunto que revelan una tendencia a las críticas y dudas de índole moral”.
Note que aqui até a tradução espanhola deixa a desejar, pois não especifica se os tais “membros do conjunto” são de alto ou baixo escalão. Além disso, “betray a tendency” é “revelam uma tendência” e não “carecem de uma tendência”. Há aqui mais uma inversão de sentido, portanto.

Tem muito mais, mas acho que já deu pra sacar o tamanho do problema.

Read Full Post »

%d bloggers like this: