Não pode denunciar?

Parece que virou modinha posicionar-se contra a iniciativa da Ana Campagnolo, deputada estadual eleita em SC, de pedir aos alunos que denunciem os professores esquerdistas. Afirma-se que isso criará um cenário subjetivista e que, daqui a pouco, alunos ignorantes denunciarão qualquer coisa. A acusação até faz sentido. Ninguém quer denuncismo e o mais importante é melhorar a qualidade do ensino e a formação dos professores. Por outro lado, as coisas que muitos professores andam dizendo em sala de aula são tão escabrosas que eu vejo a iniciativa das denúncias como uma espécie de operação de emergência a ser posta em prática ENQUANTO não se consegue resolver os problemas mais, digamos, estruturais e definitivos. A preocupação de muitos “analistas”, sobretudo na Internet, com a liberdade dos professores me parece muito mais fruto da atual obsessão do brasileiro com uma idéia meio metafísica de “democracia” do que de qualquer outra coisa – o que os leva, aliás, a atribuir à iniciativa da deputada muito mais força e potencial do que possui.

Advertisements